Elipse Clínica Multidisciplinar

Terapia Familiar Breve e Orientação Familiar


A família tem inúmeras possibilidades de fazer muito bem a seus membros oferecendo reconhecimento, apoio e afeto. Tendo uma comunicação clara e fluida com regras em uma rotina com estímulos, desafios e elogios, promove o desenvolvimento e a evolução de todos.

Mas muitas vezes as relações familiares podem estar causando, mesmo que sem intenção, dores e sofrimento aos membros. Podem existir muitas brigas e falta de compreensão ou um distanciamento entre todos, com muito pouco diálogo.

Outras vezes a família se encontra com dificuldades de lidar com questões do ciclo de vida, problemas escolares, uma doença crônica, filhos brigando muito, adolescências rebeldes, separações, recasamentos, lutos.

É nesses momentos de conflitos e crises, que conversar com um terapeuta de família pode ser um ótimo recurso para enfrentar as dificuldades e fazer as modificações necessárias entre todos, tornando as relações amorosas e fluidas.

As sessões oferecem um lugar seguro e afetivo, onde todos podem se colocar, escutando-se mutuamente. Poderemos entender o problema vivido de vários pontos de vista, cada um falando de suas necessidades e expectativas.

Nessa reflexão conjunta e mediada, surgirão várias outras formas de ver e viver a situação. Novos acordos e novas possibilidades para que a família retome suas funções e volte a ser um espaço de prazer, pertencimento e segurança.

Terapia de casal

“O casal é o arquiteto da família”

“Um bom relacionamento entre o casal é o melhor presente que os pais podem dar a seus filhos”

Todos nos queremos estar bem em nossas relações de casal, mas isso exige investimento, priorização e cuidados.

Muitas vezes por diferentes motivos o casal se distancia e sua relação começa a gerar insatisfação e sofrimento.

A terapia de casal é uma oportunidade de vermos como está esse vínculo, tentar resgatá-lo melhorando a relação e a comunicação do casal.

Manter o casal alinhado e vivo é um desafio: a rotina, a criação dos filhos, questões econômicas, as influências das famílias de origem de cada um, traições, dificuldades sexuais, entre outros, são questões que podem deixar o casal paralisado.

Conversar e refletir sobre as situações vividas, retomar o compromisso, o afeto, o respeito, se ainda existe amor, é uma tarefa muito possível e rápida com as sessões de terapia de casal.

Em alguns casos o vínculo foi muito afetado e já não existe possibilidade de retomar a relação. Se isso for constatado nas sessões, a terapia de casal se torna uma terapia do divórcio, ajudando este casal a se separar de forma cuidadosa, deixando a situação com menos dor e sofrimento para todos os envolvidos, principalmente os filhos.

Cristiana P. G. Pereira

Você está aqui: Áreas de Atuação Terapia familiar breve e orientação familiar